topo

Download Free Templates http://bigtheme.net/ Websites Templates

Microcirurgia é definida como todo procedimento cirúrgico que lança mão de alguma espécie de magnificação da imagem para sua realização, seja esta através de lupas cirúrgicas ou microcoscópio.

 

O instrumental utilizado, adaptado inicialmente de pinças de relojoeiros e joalheiros, permite uma manipulação delicada dos tecidos, minimizando o traumatismo cirúrgico que é desinteressante em algumas situações. Os fios de sutura têm espessura menor do que um fio de cabelo, e permitem também uma reparação mais delicada imprescindível ao sucesso do procedimento.

O aparecimento da Microcirurgia Reconstrutiva, em meados da década de setenta do século vinte, causou um impacto imediato na Cirurgia Plástica Reconstrutiva e por conseqüência, em todas as outras especialidades que dependiam dos recursos limitados de reconstrução existentes até então.

A Cirurgia Plástica, que tem como prioridades a reconstrução de forma e função do corpo humano, foi a especialidade médica pioneira na aplicação das técnicas microcirúrgicas,  possibilitando transferências de blocos de tecido de uma parte do corpo(doadora) para uma região com algum tipo de defeito (receptora), defeito este proveniente de trauma, ressecção tumoral ou mesmo de deformidades congênitas.

Estes blocos de tecido a serem transferidos podem ser compostos por pele, ossos, tendões, nervos e até segmentos de intestino. Pode-se transferir um dedo do pé para a mão em indivíduos que nasceram sem dedos ou que os perderam num acidente.

Desta maneira, o cirurgião habilitado a realizar este tipo de procedimento é capaz de oferecer a reconstrução mais próxima do ideal, substituindo o tecido perdido por outro que seja o mais parecido possível com a perda.

Exemplos práticos disso, em diferentes segmentos corpóreos são:

- A reconstrução de uma mama retirada devido a um câncer,

- A reconstituição de um movimento após uma paralisia através do transplante de um músculo,

-A reconstrução de uma parte da laringe(porção do pescoço do aparelho aerodigestivo) com um segmento do intestino delgado,

- A reconstrução de um osso perdido, seja por câncer ou acidente, com a transferência de um osso vascularizado.

Desta forma, a Cirurgia Plástica pôde dar um salto imenso em suas reconstruções tanto do ponto de vista estético quanto funcional, trazendo qualidade de vida para pacientes muitas vezes já fragilizados pelo tratamento de um câncer ou pela ocorrência de um grave acidente.