topo

Download Free Templates http://bigtheme.net/ Websites Templates

Cada etapa da gestação tem as suas particularidades. Inúmeras mudanças surpreendem a futura mamãe em curto período de tempo. Saiba o que há por vir.

 

pregnancy body changes

 

Primeiro Trimestre: até 14 semanas


O atraso menstrual é o primeiro sinal da gestação, momento em que o teste de gravidez vem positivo! Neste momento, você está com 4 semanas e já pode agendar a sua primeira consulta de pré-natal! A idade gestacional é contada em semanas, a partir do primeiro dia da última menstruação (DUM), o que será confirmado no primeiro ultrassom, com 6 semanas. Guarde o dia da semana em que você completa “aniversário”, será o mesmo dia da semana da DUM e também da data provável do parto. A data provável do parto é definida 40 semanas após a última menstruação, momento em que a maioria das gestantes entra em trabalho de parto espontaneamente.

O atraso menstrual costuma vir acompanhado de outros sintomas. As mamas aumentam de volume e ficam mais sensíveis, você fica mais sonolenta e pode sentir a barriga inchar. Porém o que mais incomoda no primeiro trimestre são o enjôo e os vômitos. O desconforto costuma ser pior no período da manhã, por volta da nona semana de gestação. A partir de então os sintomas melhoram, e devem passar até 12 a 15 semanas. Mudanças simples nos seus hábitos podem melhorar estes sintomas:

  • Alimente-se de 3 em 3 horas, em pequenas quantidades, evitando alimentos gordurosos. Faça 6 refeições por dia!
  • Ao acordar, evite ingerir líquidos de imediato, dando preferência a alimentos sólidos (como bolacha de água e sal)
  • Evite escovar os dentes assim que acordar. Espere uns 30 minutinhos.
  • Tudo o que é gelado pode trazer conforto, como água gelada e sorvete de frutas.
  • Lembra das dicas da vovó? Comer gengibre alivia os sintomas! Ande com balas de gengibre na bolsa. Frutas cítricas também garantem alívio dos sintomas.
  • Se ainda estiver incomodada, mesmo após estas dicas, existem medicamentos contra enjôo que são permitidos na gestação. Converse com o seu médico.

Neste primeiro trimestre, além dos cuidados com a alimentação, é importante tomar a vitamina da gestação. O ácido fólico é fundamental para o bom desenvolvimento do sistema nervoso do seu bebê.  Faça todos os exames de pré-natal: exames de sangue, urina e fezes, além do tão esperado ultrassom. Também é possível atualizar o Papanicolaou. Procure evitar medicamentos até a 14a semana, já que é neste período que se formam os órgãos do bebê.

É normal, até mesmo esperado, que você tenha emoções conflitantes em relação à gravidez e que se torne muito mais sensível aos estressores do dia a dia. Isso faz parte do quadro hormonal, e de assumir (às vezes pela primeira vez) o papel de mãe. Isso se torna ainda mais forte hoje em dia, já que  os pais são submetidos a pressões e a expectativas cada vez maiores. Assim, é importante que você invista tempo em se cuidar, em evitar estressores desnecessários e, principalmente, em curtir a gestação.

Segundo Trimestre: 14 a 28 semanas

Este período é conhecido como a “Lua de Mel” da gestação. O impacto dos hormônios do primeiro trimestre, bem como os seus sintomas, está bem mais ameno. Você se sente mais energizada e com maior disposição para todas as suas atividades. Lembre-se do seu polivitamínico contendo ferro, o seu bebê está crescendo rapidamente!

Aproveite este período para se dedicar à sua ginástica. A prática de atividade física é fundamental para garantir o bem estar até o final da gestação. Hidroginástica e pilates são ótimas escolhas. Além de fortalecer a musculatura, você aprende exercícios de respiração, tão importantes para o momento do parto. Este é o período de preparação.

Outro ponto interessante: ao redor da 20a semana, as gestantes começam a sentir os movimentos do bebê. Inicialmente, eles parecem o farfalhar de borboletas na barriga, tornam-se então mais fortes e inconfundíveis. Assim, o contato entre mãe e bebê torna-se mais concreto e ainda mais emocionante. E como é nesta época que a audição se desenvolve, adquira o hábito de conversar com ele. Ele irá se acostumar ao som da sua voz, o que irá acalmá-lo quando chegar ao mundo.

Já que você está mais disposta, este também é um ótimo período para tirar férias, de preferência com o seu parceiro, para celebrar o amor e a família crescente. Se a gestação estiver correndo bem até aqui, poderá viajar de carro ou de avião, sem problema algum.

Terceiro Trimestre: 28 a 40 semanas

O terceiro trimestre inicia-se por volta da 28a semana de gestação. Neste período, a barriga está grande e você sente o seu bebê mexer durante o dia todo. É comum o útero contrair-se de vez em quando, com pouca ou nenhum dor em forma de cólica. Estas são as famosas contrações de Braxton-Hicks, que funcionam como uma espécie de “treinamento” para o momento do parto. Não se preocupe. Contrações esporádicas não são suficientes para dilatar o colo do útero.

É importante lembrar, ainda, que este é o momento de começar a preparar as mamas para a amamentação. Os seus hormônios se encarregarão de preparar a pele, entretanto, 10 minutos de exposição ao sol (ou a uma lâmpada incandescente) podem ajudar. Evite passar o seu creme hidratante na região das aréolas, para minimizar o risco de rachaduras. A melhor forma de evitar desconforto durante a amamentação é ensinar ao seu bebê a pega correta. Fique tranquila, que desde o momento do parto, você receberá apoio e instrução da equipe médica e de enfermagem.

O terceiro trimestre também é o período para você programar o seu chá de bebê. Junte os seus queridos para celebrar a chegada do seu bebê. É uma boa maneira de driblar a ansiedade do parto, que se aproxima! Deixe a sua mala de maternidade pronta antes de completar 36 semanas, com atenção a todos os documentos que precisa levar ao hospital. Os últimos dias devem ser de tranquilidade.

Por lei, todas as gestantes têm direito a sair de Licença Maternidade 4 semanas antes do parto, ou seja, a partir de 36 semanas. A Licença tem duração de 120 a 180 dias, a depender da empresa. Informe-se no RH. Entretanto, se estiver bem, você pode adiar a sua saída até o parto. É importante manter-se ativa até o último dia, fazendo caminhadas ou até exercícios leves, que vão estimular o trabalho de parto.

Por fim, é importante saber que, até 2 semanas antes de entrar em trabalho de parto, você pode perder o tampão mucoso. Durante a gestação, o colo do útero é coberto por um tampão de muco, que irá se exteriorizar por via vaginal quando o colo iniciar o seu preparo. Esta secreção pode ser amarelada ou amarronzada, pode até conter uns riscos de sangue, e dura alguns dias. Não se preocupe. Faz parte das modificações do fim da gestação.

Estas são apenas algumas orientações gerais. Muitas dúvidas surgirão no decorrer do pré-natal. Não deixe de perguntar, pois quanto mais você souber maior será a tranquilidade durante a gravidez e o tão esperado dia do parto.